NotíciasRegulamentação
Tendência

Petrobras reduz preço do querosene de aviação em 9,8%

Segundo a estatal, o preço do QAV teve uma redução acumulada de 19,6% em 2023

A Petrobras reduziu o preço médio do querosene de aviação (QAV) vendido às distribuidoras em 9,8% a partir de 1º de janeiro. A queda corresponde a uma redução de R$ 0,40 por litro de combustível em comparação com os preços praticados em dezembro de 2023, confirmou a companhia em nota.

Com isso, o preço de venda do QAV no aeroporto de Guarulhos (SP) no modelo de contrato LPA (livre para armazém, quando a entrega do combustível ocorre por duto) passou a ser de R$ 3.730,40 por metro cúbico. Os preços praticados nos demais aeroportos do país estão disponíveis no site da companhia.

Segundo a Petrobras, o preço do QAV teve uma redução acumulada de 19,6% em 2023, o que correspondeu a uma redução média de R$ 1,00 por litro em relação ao preço praticado em dezembro de 2022.

A queda nos preços do combustível de aviação no ano passado refletiu a melhora do preço do barril de petróleo depois dos choques gerados em 2022, com o início da guerra na Ucrânia.

 

Impacto nas passagens aéreas

O combustível é responsável por cerca de 40% dos custos das companhias de aviação. O tema é importante para o governo Lula, que tem entre suas metas baratear as passagens aéreas, e tem negociado diretamente com a Petrobras a redução do preço do QAV para tentar conter os valores das passagens.

Em dezembro, o ministério de Portos e Aeroportos lançou o Programa de Universalização do Transporte Aéreo, com medidas para redução do preço da passagem negociadas com as três maiores companhias aéreas do Brasil — Azul, Gol e a Latam, que anunciaram a oferta passagens entre R$ 699 e R$ 799 por trecho viajado.

A pasta prometeu para este ano um programa mais concreto, o Voa Brasil, com passagens a R$ 200.

A Petrobras vende o QAV produzido em suas refinarias ou importado para as distribuidoras, que transportam e comercializam os produtos para as empresas de transporte aéreo e outros consumidores nos aeroportos ou para revendedores.

Os preços para o combustível de aviação da Petrobras têm reajuste mensal e são definidos com base em fórmulas contratuais negociadas com as distribuidoras. O QAV não foi incluído na reformulação da política de preços de combustíveis da estatal anunciada em maio de 2023, que ficou restrita ao diesel e à gasolina.

Fonte
epbr

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo