IndústriaNotícias
Tendência

Cirrus segue líder em entregas de aviões a pistão monomotores

A Cirrus liderou as entregas de aviões monomotores nos primeiros nove meses de 2023

A Cirrus Aircraft manteve a liderança nas remessas de aviões a pistão durante os primeiros nove meses do ano, com 389 unidades entregues. As três próximas posições ficaram com resultados bastante próximos com diferença de apenas uma aeronave entre elas. A austríaca Diamond Aircraft ocupou a segunda posição, com 195 aviões entregues; seguida da Textron Aviation, com 194 aeronaves; e da italiana Tecnam Aircraft com 193 unidades.

Completa a lista dos cinco principais fabricantes do segmento a Piper Aicraft, que obteve 130 entregas de aviões a pistão entre janeiro de setembro deste ano.

O Cirrus SR22T liderou o mercado no período com 225 unidades entregues; seguido pelo Cessna 172S Skyhawk SP, com 120 aviões; e o Piper PA-28-181 Archer/Pilot 100i com 107 aeronaves.

Entre os aviões bimotores a pistão o Diamond DA42 e o DA62 estão empatados, com 41 aviões, seguidos de longe pelo Tecnam P2006T com dezenove unidades; enquanto o Tecnam P2012 Traveller e Beechcraft Baron G58 tiveram cinco unidades entregues, cada.

O resultado faz parte dos dados do relatório do terceiro trimestre da Associação de Fabricantes de Aviação Geral (GAMA, na sigla em inglês), que apontou crescimento de 11,9% nas entregas nos primeiros nove meses do ano, com 1.135 unidades entregues.

Entre os principais motivos da constante alta no segmento é o fato dos aviões a pistão (com um ou dois motores) serem a base da aviação geral em todo o mundo, atendendo desde voos privados de lazer até transporte de pessoas e cargas para as mais distantes regiões do globo.

No Brasil os aviões a pistão são amplamente utilizados na ligação entre pequenas localidades e em voos para grandes centros, atuando tanto no transporte de passageiros quanto de carga, neste último caso com destaque para remédios, itens de elevado valor agregado, suplementos usados no agronegócio, entre outros.

Globalmente a demanda por aviões a pistão manteve forte alta nos nove primeiros meses de 2023, quando comparado ao mesmo período do ano passado.

 

Fonte: Aero Magazine 23/11/2023

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo