A companhia australiana Qantas vai expandir sua frota com aviões Embraer 190 em meados desse ano. Os aviões serão operados pela QantasLink, vindas da Alliance Airlines para voos regionais e fretados.

Atualmente a empresa conta com 7 Airbus A320, 15 Boeings 717, 39 Dash 8 e 16 Fokker 100. O Embraer 190 chegará para reforçar os voos mais longos regionais que atualmente são operados pelo Boeing 717.

“O E190 é um jato regional de médio porte perfeito para rotas como essas no norte da Austrália. Tem um alcance maior do que o nosso 717 e tem cerca de metade do tamanho do nosso 737, o que significa que a economia funciona bem em voos mais longos entre cidades e vilas fora dos cinco principais centros populacionais ”, disse o CEO da QantasLink John Gissing.

Com previsão de entrar em operação no mês de junho, incialmente serão 3 Embraer 190 podendo elevar o número para até 14 aeronaves. A QantasLink vai avaliar conforme a demanda retomar e os custos que a empresa terá daqui para frente com o novo avião em operação.

A Qantas possui participação de 20% na Alliance Airlines, empresa que comprou 27 aeronaves Embraer 190 no ano passado. 

“Trabalhamos com a Alliance há muitos anos e eles voaram literalmente milhares de voos para a Qantas ao longo desse tempo, com o mesmo serviço e padrões que os clientes esperam quando compram uma passagem da Qantas”. Afirmou o CEO da QantasLink.

O Embraer 190 é uma aposta da Qantas para o mercado regional, já que sua aeronave principal para voos domésticos não é capaz de operar em diversos aeroportos menores pelo país. 

O novo avião da QantasLink terá uma configuração de 94 passageiros, sendo 10 na Classe Executiva e 84 na Classe Econômica. O CEO da empresa disse que o avião brasileiro abre diversas oportunidades de mercado que até então não eram tão exploradas pela empresa regional. 

Fonte: Aeroflap 04/02/2021

  : aviacao-comercial