A Embraer e a Boeing avançam nas conversas para formalizar a parceria na área de aviação comercial e serviços. Em comunicado oficial a fabricante brasileira afirma que as companhias têm trabalhado em um planejamento para estabelecer a parceria estratégica.

A transação permanece sujeita a aprovações regulatórias e as companhias estão atuando junto às autoridades para conduzir o processo. De acordo com Embraer já foram obtidas diversas aprovações. A próxima fase envolve a Comissão Europeia que deverá gerir a segunda fase de apreciações do acordo. As empresas esperam ter concluído todos os processos legais até o início de 2020, quando será efetivada a parceria.

A aprovação do negócio ocorreu em fevereiro e desde então a Embraer e Boeing têm trabalhado no planejamento diligente para a criação de uma joint venture, onde a fabricante norte-americana deterá 80% da nova empresa, denominada Boeing Brasil – Commercial, enquanto a brasileira terá os 20% restantes

As fabricantes também trabalham para formalizar uma segunda joint venture com objetivo de promover e desenvolver mercados para o KC-39, onde a Embraer terá uma participação de 51% e a Boeing ficará com os 49% restantes.

Fonte: AeroMagazine 03/10/2019

  : aviacao-comercial, brasil, internacional