A Electra, fabricante de veículos eStol (aeronaves de decolagem e aterrissagem curtas) e a Flapper, plataforma brasileira de aviação privada sob demanda, fecharam um acordo que permite a comercialização de até 30 unidades. A operação vai incluir pelo menos cinco capitais da América Latina, a partir de 2027.

A aeronave híbrida-elétrica da Electra oferece suporte às metas globais de redução de emissões. Ela levará inicialmente até sete passageiros, além do piloto, ou 820kg de carga por até 800km. Sua capacidade de pouso e decolagem em apenas 30 metros, com recarga de bateria durante o voo, permite operações de voo de locais anteriormente inacessíveis, incluindo telhados urbanos e estacionamentos corporativos.

Sob um Memorando de Entendimento (MoU), a fabricante será a fornecedora de aeronaves preferencial da Flapper para serviços aéreos regionais de mais de cinco assentos. A plataforma se comprometeu a comprar 15 aeronaves eStols com opção para outras 15. As duas empresas buscarão, em conjunto, novas redes de rotas, inclusive para operadoras de heliporto e incorporadores e investidores imobiliários.

O serviço será lançado com voos ligando o helicentro Helipark, em Carapicuíba, na Grande São Paulo, ao aeroporto executivo São Paulo Catarina (SBJH), em São Roque, na região de Sorocaba, no interior paulista.

Fonte: Aero Magazine 04/10/2021

  : aviacao-executiva, aviacao-geral, brasil, internacional