A Electra Aero, empresa sediada no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, apresentou esta semana seu primeiro produto comercial para atender aos mercados regionais de mobilidade aérea.

A aeronave foi projetada para transportar até sete passageiros e um piloto por até 500 milhas (cerca de 800 quilômetros) em operações a partir de um campo de futebol, podendo até pousar e decolar de telhados e estacionamentos, sem a necessidade de pistas.

A tecnologia de “sustentação” da Electra, em que as hélices movidas a motor elétrico sopram ar por toda a extensão da asa e seus flaps, permite decolagens e pousos seguros e com baixo consumo de energia a velocidades abaixo de 30 mph (cerca de 48 km/h), enquanto cruza em altas velocidades de 320 mph (cerca de 500 km/h).

A aeronave monopiloto possui oito motores elétricos movidos por uma combinação de baterias e um pequeno e silencioso turbogerador, o que significa que ela não precisa depender de infraestrutura especial de carregamento, pois as baterias são recarregadas durante o voo. 

Usando muito menos potência para decolar do que as alternativas de decolagem e aterrissagem verticais (VTOL), a aeronave da Electra oferece mais espaço para passageiros e carga, resultando em economia operacional superior e, ao mesmo tempo, minimizando o consumo de energia.

Fonte: Aeroin 09/06/2021

 

  : aviacao-geral, internacional