O Aeroporto de Florianópolis recebeu o título de “Aeroporto Verde”, concedido pela Airports Council International da América Latina e Caribe (ACI-LAC). O reconhecimento foi entregue devido ao programa de gerenciamento de resíduos implantado pela Floripa Airport. Quem recebeu o troféu em Bogotá, na Colômbia, foi o diretor de Operações, Ricardo Gesse.

Quando a concessionária assumiu o aeroporto de Florianópolis em janeiro de 2018, praticamente não havia um programa de gestão do lixo. Em março do mesmo ano, a empresa iniciou o projeto de gerenciamento de resíduos. No primeiro mês, foi possível desviar do aterro sanitário 22% do lixo gerado. Atualmente, o índice passa de 60%.

O projeto começou com a separação dos resíduos recicláveis dos não-recicláveis e orgânicos. Após colocar em prática o processo de separação, a Floripa Airport passou a encaminhar a parte orgânica para compostagem, que é uma série de técnicas que estimulam a decomposição.

Numa terceira etapa, iniciada em julho deste ano, a concessionária tornou-se parceira de uma fábrica de cimento que, por meio de tecnologia avançada, transforma o lixo até então não reciclável em energia. O processo é chamado de coprocessamento.

Há ainda parcerias com outras empresas para reuso de materiais recicláveis, como o isopor que vira rodapé em uma empresa de Santa Catarina, contribuindo assim para a chamada economia circular.

Fonte: Panrotas 06/11/2019

  : brasil