A Associação Internacional de Transporte Aéreo em sua recente 75ª Assembleia Geral Anual, aprovou uma resolução sobre a política de slots, reafirmando a importância de um sistema global e harmonizado nos aeroportos e solicitando que os governos resolvam urgentemente o problema de falta de capacidade.

Há mais de 40 anos, as Diretrizes Mundiais para Slots (WSG) gerenciam a capacidade de terminais saturados fornecendo benefícios aos consumidores, como horários convenientes, promoção da conectividade global e maximização da movimentação de aeronaves.

Atualmente, mais de 200 aeroportos espalhados pelo mundo são coordenados, o que significa que eles têm capacidade insuficiente para atender à demanda atual. Este número deve aumentar consideravelmente nas próximas décadas, porque a construção de terminais não está acompanhando o aumento da demanda de movimentação de aeronaves. É essencial que os órgãos reguladores da região, incluindo o Brasil, continuem a aderir ao WSG como o padrão global de políticas, princípios e procedimentos de alocação de slots e gerenciamento da capacidade disponível em aeroportos saturados para garantir uniformidade, consistência, certeza, continuidade e flexibilidade e assim fornecer horários e conectividade de forma harmônica.

Isto reforça a forma justa, transparente, independente e não discriminatória da alocação de slots. Além disso, fornece uma estrutura padronizada para que as companhias aéreas operem conforme seus horários publicados e planejem seus planos de crescimento futuros. Mais informações no portal www.iata.org. Foto: Paulo Berger.

Fonte: Flap Internacional 25/06/2019

  : aviacao-comercial, brasil