A empresa Siemens anunciou que a divisão de automação de projetos Mentor introduziu o software Capital Load Analyzer para ajudar a simplificar a conformidade e a certificação do projeto elétrico de aeronaves. Sistemas modernos de aviões como de controle de voo elétrico e de entretenimento exigem mais potência, mais conteúdo elétrico e maior risco de conformidade devido à maior complexidade.

De acordo com a firma de pesquisa de mercado Bishop & Associates para 2019, o mercado de montagens de cabos aéreos comerciais está projetado em aproximadamente US$ 2,4 bilhões, crescendo para US$ 3,3 bilhões em 2024. O novo software é a primeira tecnologia de sistemas elétricos do setor que aproveita a automação e a continuidade dos dados digitais para facilitar a conformidade regulatória.

Os métodos atuais de verificação e análise baseiam-se em dados fragmentados e são normalmente conduzidos manualmente por meio de desenhos e planilhas, depois que o principal trabalho de projeto elétrico é concluído. A descoberta de problemas durante essa fase tardia do programa força as iterações de projeto dispendiosas e os marcos críticos perdidos, como a aceitação do cliente e a certificação de tipo, afetando o reconhecimento da receita da aeronave.

Para tornar esses riscos menos intensos, a ferramenta baseia-se no gêmeo digital elétrico, gerado a partir do projeto geral do sistema de potência e dos subsistemas, para prever a demanda de energia elétrica da aeronave. O gêmeo digital, nativo do software, é uma versão precisa e atualizada do sistema elétrico à medida que evolui durante o processo de desenvolvimento e fornece uma visão automatizada de todo o sistema de energia, permitindo que os engenheiros projetem a conformidade desde o início do projeto. A análise e a simulação são realizadas usando dados de projeto primários, em vez de usar abordagens tradicionais desconectadas.

A verificação e a análise baseadas em regras ajudam a permitir uma avaliação precisa e completa da eficiência do sistema de potência da aeronave para cada fase de voo, mesmo sob a liberação de carga para condições de emergência. A capacidade de gerar rapidamente relatórios em tempo real permite que os usuários monitorem tarefas de design e identifiquem possíveis problemas no início do processo, diminuindo assim o risco do programa. Um novo produto de desclassificação de arame também otimiza o tamanho dos fios da aeronave para reduzir o peso, mantendo a integridade contra os riscos, como o superaquecimento.

E a nova ferramenta de separação de sinais 3D avalia o projeto elétrico em relação às considerações críticas do projeto quanto à segurança, como requisitos de roteamento de energia e espaçamento de cabos para sistemas redundantes. Estes produtos serão lançados no segundo semestre de 2019. Mais informações no portal www.mentor.com/aerospace.

Fonte: Flap Internacional 28/05/2019

 

  : aviacao-comercial, aviacao-executiva, aviacao-geral, internacional