O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) realizou, entre os dias 20 e 24 de novembro, no Terceiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA III), a segunda reunião do Grupo de Trabalho para operacionalização das comunicações entre controladores e pilotos por meio de enlaces de dados no espaço aéreo continental brasileiro (GTCPDLC/2).

O Grupo foi criado pela gerência do projeto CPDLC Continental, do Programa SIRIUS Brasil, para evolução do ATM Nacional, para o estudo e a definição das diversas variáveis que devem ser consideradas no cenário de controle de tráfego aéreo em um ambiente utilizando as comunicações por enlaces de dados.

O encontro reuniu controladores de tráfego aéreo, especialistas em comunicações, engenheiros e analistas de sistemas, de todos os Regionais, do Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA) e do Instituto de Controle do Espaço Aéreo (ICEA).

“O resultado do trabalho desse grupo será de fundamental importância para a operacionalização da CPDLC no espaço aéreo continental brasileiro de interesse operacional de forma segura, eficaz e garantindo os benefícios operacionais proporcionados por sua aplicação a partir de 2020”, afirmou o gerente do Projeto CPDLC Continental, Tenente Marcelo Mello Fagundes.

Para se chegar a esse objetivo, o GTCPDLC está estruturado por 9 subgrupos específicos: doutrina operacional, interface homem-máquina, capacidade do espaço aéreo, pesquisa, capacitação, legislação, análise SGSO, subgrupo técnico e equipamentos aeroembarcados.

A reunião focou no desenvolvimento dos trabalhos dos quatro primeiros subgrupos. Durante a semana de trabalho, a equipe debateu aspectos relacionados à definição das fases de implementação do projeto, ao cenário protótipo para a operacionalização da CPDLC Continental, que deverá abranger parte das FIR Recife e Amazônico, além de cursos e treinamentos para a capacitação dos ATCO e conteúdos a serem inseridos em modelo e manual operacional para prestação do serviço data link.

Foram discutidos, também, assuntos sobre o desenvolvimento e o aperfeiçoamento de requisitos de interface homem-máquina do Sistema Avançado de Gerenciamento de Informações de Tráfego Aéreo e Relatório de Interesse Operacional (SAGITARIO) para a CPDLC Continental e à definição de linhas de pesquisa a serem trabalhadas para apoio aos Subgrupos do GT.

Segundo o coordenador do Grupo de Doutrina Operacional, Major Fernandes Júnior, houve um avanço em importantes aspectos e aperfeiçoamento dos entendimentos, que tinham em relação à reunião anterior graças à oportunidade de verificar o emprego da CPDLC em ambiente real. “A expectativa agora é continuarmos trabalhando, sem perder o foco, para alcançarmos as metas dentro dos prazos e com a qualidade prevista, para que a comunidade aeronáutica, especialmente os pilotos e controladores de tráfego aéreo, possam usufruir de mais essa melhoria no sistema CNS/ATM que o DECEA em breve irá proporcionar” destacou o oficial. 

A próxima reunião do GTCPDLC será realizada no Quarto Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA IV), entre os dias 29 de janeiro e 2 de fevereiro de 2018.

O grupo realizará uma apresentação aos controladores de tráfego aéreo do CINDACTA IV sobre a tecnologia CPDLC, suas características, benefícios e planejamento do DECEA para seu emprego, com o intuito de dar continuidade à disseminação e consolidação dos conhecimentos sobre a aplicação, além de proporcionar uma transição harmônica e segura para os usuários finais.

Fonte: DECEA 27/11/2017

  : aviacao-comercial, aviacao-executiva, brasil