Pode parecer assustador, mas é provável que os aviões dispensem a necessidade de um piloto humano em um futuro próximo: além das tecnologias já existentes que operam a aeronave em modo de piloto automático, os cientistas estão desenvolvendo recursos para que a decolagem e o pouso aconteçam de modo autônomo. Em um vídeo divulgado pela Universidade Técnica de Munique, na Alemanha, um avião de porte pequeno consegue realizar o pouso a partir de um sistema óptico capaz de reconhecer a pista e aterrissar com segurança.

De acordo com os cientistas que trabalharam no projeto, esse novo sistema consegue ser utilizado mesmo durante más condições de visibilidade (como durante um momento de chuva ou de nevoeiro) e dispensa a utilização de antenas instaladas em terra para auxiliar o pouso. 

 

Batizada de C2Land, a tecnologia utiliza GPS para o controle de voo e também conta com um sistema de navegação com visão aumentada para realizar o pouso. Os pesquisadores alemães afirmam que câmeras e sensores instalados na aeronave conseguem fornecer informações para que seja possível realizar o posicionamento correto do transporte durante o momento da aterrissagem.

"As câmeras já reconhecem a pista a uma grande distância do aeroporto", afirmou Thomas Winner, piloto de testes que estava a bordo da aeronave e não precisou trabalhar durante a aterrissagem. O reconhecimento da pista é realizado com informações obtidas por radiação infravermelha, o que permite planejar o pouso de modo adequado mesmo em condições de visibilidade ruim.

Apesar da consolidação dessas tecnologias, os especialistas da indústria aeronáutica consideram que a substituição dos pilotos por sistemas automatizados ainda levará tempo: principalmente, porque a maior parte das pessoas não se sentiria lá muito confortável de saber que está voando pelos céus sem a presença de um humano no controle da aeronave... 

Fonte: Galileu 08/07/2019

  : aviacao-executiva, aviacao-geral, internacional